Cinema

O Páramo: Final explicado do filme da Netflix

O Páramo ou El Paramo, novo terror recentemente lançado na Netflix, apresenta muita tensão, clima sombrio e um filme que lembra bastante The Babadook.

Histórias em Destaque
  • O QUE SIGNIFICA O FINAL DE "O PÁRAMO"?

ATENÇÃO: Spoilers a frente para o filmes. “O Páramo”, da Netflix

Anteriormente intitulado “The Beast”,  ou “Westland” , no Brasil intitulado de “O Páramo” é um filme espanhol de terror da Netflix estrelado por Inma Cuesta que conta a história de uma família do século 19 que vive em exilio devido à guerra. Enquanto Salvador tenta fazer seu filho aprender a caçar e se tornar um homem, Lucía prefere preservar sua inocência.

No entanto, a aparência de um homem moribundo em um pequeno barco interrompe a rotina da família. Embora Salvador cure suas feridas, o sujeito atira em si mesmo com uma espingarda diante do olhar horrorizado do pequeno Diego.

Embora sua esposa e filho sejam contra, Salvador insiste em encontrar a família do homem misterioso para lhe dar seu corpo. Quando os meses passam e o pai não volta, Lúcia começa a perder a cabeça.

O QUE ACONTECEU NO FINAL DE “O PÁRAMO”?

Depois de uma forte tempestade, Lucía garante que uma figura escura, alta e magra a persegue e está cada vez mais próxima. Pela descrição, parece que esta é a Besta da história de Salvador. O pai de Diego disse que esta criatura seguiu sua irmã até que ela tenha se jogado.

No início, Lúcia tenta confrontar a Besta, mas o medo que sente atrai a criatura. Quando chega à porta de sua casa, a mulher não tem escolha a não ser se trancar com seu filho, mas a cada dia que passa a situação se torna insustentável e ela tenta tirar a própria vida. Embora Diego consiga salvar sua mãe, uma noite ela o tira de casa e finalmente ela consegue se machucar pra valer.

Desesperado, Diego quebra a porta com um machado e confronta a Besta. A coragem da criança faz a criatura se afastar, e o garoto aproveita para pegar a espingarda, atirar, colocar fogo na casa e tirar a mãe de lá.

Leia Também:   You: Terceira Temporada - Tudo o que sabemos até agora sobre a data de lançamento, enredo, elenco e muito mais

Apesar dos esforços de Diego, Lucía não resiste e seu filho não tem escolha a não ser deixar o corpo de sua mãe em meio a água e continuar em seu caminho através do deserto.

O QUE SIGNIFICA O FINAL DE “O PÁRAMO”?

No final de “O páramo” Diego vê à distância o reflexo da Besta, mas depois que ele bravamente a confrontou para defender sua mãe, é improvável que a criatura tente ir atrás dele. Mas o que acontecerá com ele quando ele sair de “território seguro”?

Por outro lado, a Besta realmente existe ou é apenas na cabeça de Lucia e seu filho? Talvez a criatura fosse uma projeção da mente da irmã de Salvador devido aos maus tratos de seus pais. No caso de Lucia, podem ser alucinações causadas pela depressão e desespero de perder o marido.

Depois que Salvador não volta para casa, Lucía fica convencida de que ele não sobreviveu. A paranoia de viver durante a incerteza da guerra, combinada com a dor de perder o marido, provavelmente se manifesta como uma doença mental nela. Ela mostra sinais de estar deprimida e, no final do filme, também se torna alguém capaz de tirar a própria vida. Ela tenta fazer isso, mas é salva por Diego. Quando Diego encontra sua mãe em casa, ela tem ferimentos graves que parecem ter sido causadas por ela mesmo. Portanto, acreditamos que tudo isso nela foi causado por sua própria mente.

Da mesma forma, Diego é uma criança jovem que tem pouca ou nenhuma interação com qualquer ser humano fora de sua família. Seus únicos amigos são coelhos, que ele é forçado a comer para sobreviver. Ouvir a história da Besta de seu pai e ver a crescente loucura de sua mãe poderia ter afetado a mente do garoto também.

Leia Também:   Cobra Kai: Saiu trailer da terceira temporada da série

No final, é sugerido que, apesar de ter sido queimada, a Besta ainda está viva. Nesta cena em particular, a Fera aparece brevemente da perspectiva de Diego, mas só vemos uma árvore à distância. Da mesma forma, há outros objetos como o espantalho, os postes e figuras esculpidas na casa, que se assemelham à forma da Besta. O frágil estado mental de Lucía e Diego poderia facilmente tê-los levado a acreditar que esses objetos são a Besta. Portanto, acreditamos que a Besta serve como uma alegoria para a doença mental de Lucía e Diego.

O Páramo é um filme tenso, com um clima sombrio e muito bem realizado, a ambientação deixa tudo muito mais pesado.

Agamortis

Profissional de TI, amante de filmes de terror de gostos e qualidades duvidosas, séries, super-heróis e memes, muitos memes. Este site é para reunir tudo no mesmo local.

Artigos relacionados

15 Comentários

  1. O filme é , prende do começo ao fim. Diego aparenta ter mais coragem no decorrer da historia. O filme é perfeito. Nos faz pensar na fragilidade da mente humana.

  2. Não achei nem um pouco parecido com Babadook. É mais para o estilo de filme espanhol em que o verdadeiro terror está dentro de nossa mente. Nossos demônios são os nossos traumas, a perda da inocência, da esperança e isso transformou o Diego na própria besta que ele tento temia.

  3. Pra mim, a besta é a própria personificação da depressão. Ela existe como entidade no filme, mas é uma metáfora. Se aproxima aos poucos, e vc só começa a vê-la a partir do momento em que se sente deprimido. [SPOILER] A irmã do pai porquê era violentada, o pai pq nunca esqueceu o que houve com a irmã, a mãe no momento em que é abandonada e mesmo o menino, que tb sente falta do pai, e depois vê a mãe morrendo. Pra mim o filme teve muito significado e desde o início eu já fiz essa relação q ninguém me tira da cabeça kkkk (gente falando q era a morte, ou o medo, mas não faz tanto sentido, pq por ex: mesmo pessoas felizes e que não estão solitárias podem morrer kkk ela vem pra todos; já o medo tb não se encaixa tão bem pq é um sentimento natural, vc não se isola e não se suicida pq tem medo, aliás, o medo é uma defesa do nosso corpo pra nos proteger, inclusive da morte). Quem assistiu o filme querendo ver um terror ou uma história literalmente bem amarrada, certamente se decepcionou :P eu gostei bastante! E achei o final bem significativo tbm, apesar de clichê. Me lembrou o filme Babadook, que passava uma mensagem parecida (apesar das histórias serem diferentes).

  4. O filme é fantástico! Surpreendente e causa tensão do início ao fim. Extraordinária a atuação do menino “Diego”.

  5. Filme bom é assim: 4 atores, nenhum efeito especial, nada de locação, ótimo enredo, muito bem contado, te mantém preso do começo até o final.

    1. Exatamente! Foi um tanto parado no começo, mas com a tensão / ansiedade nos segurando! Principalmente após a chegada do estranho moribundo!

  6. Embora eu tenha visto a árvore no final, quando Diego respira fundo e se vira, tb vi a besta um pouco à direta da árvore, para quem olha à esquerda, bem à margem do rio. E, aparentemente, começou a desvanecer aos poucos!

  7. Tá, mas porque Diego ficou com as mesmas cicatrizes que as do pai dele?! O pai dele é a besta? Fiquei intrigada… Só não entendi essa das cicatrizes passada de pai para filho

  8. sem criar teorias malucas. vamos lá: o pai aproveitou a desculpa de “entregar” o corpo do suicida para a familia e fugiu de uma mulher mandona que queria transformar o filho em diva ao invés de deixá-lo orientar o menino no caminho do bem. dessa maneira ao ver que o marido não voltaria mais ela ficou de pés e mãos atadas vendo que criou um frouxo e isso a fez enlouquecer se perguntando “onde eu errei”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo