Quem é Verna em ‘A Queda da Casa de Usher’?

Todas essas perguntas são respondidas até o final de A Queda da Casa de Usher, embora algumas mais satisfatoriamente do que outras

De todas as perguntas que ficam no ar enquanto assistimos A Queda da Casa de Usher, a mais nova minissérie de Mike Flanagan na Netflix, poucas são tão urgentes e enervantes quanto quem é Verna. Interpretada por Carla Gugino, uma das favoritas de Flanagan, a personagem aparece logo no primeiro episódio da série, tanto assistindo ao funeral das crianças Usher de longe quanto se apresentando aos jovens Madeline (Willa Fitzgerald) e Roderick Usher (Zack Gilford) como um amigo. É claro desde o início que sua presença significa algo ameaçador para a família titular, mas a série faz um grande mistério sobre quem ela é e o que exatamente ela está buscando. Bem, ela está atrás da vida dos herdeiros de Roderick Usher (Bruce Greenwood), isso fica claro quando ela aparece na orgia mascarada de Próspero (Sauriyan Sapkota) para reivindicar sua alma, bem como a de seus convidados, enquanto poupa sua equipe de garçons. Como sabemos pelo título e pelos trailers que A Queda da Casa de Usher verá a morte de todos os membros da poderosa família por trás do império farmacêutico Fortunato, não é difícil adivinhar que Verna terá um papel central nas mortes que estão por vir. Mas fica a dúvida sobre por que ela está fazendo isso. Ela tem uma vingança contra Roderick Usher? Ela é algum tipo de entidade sobrenatural? As mortes dos filhos de Usher têm algo a ver com o que ela disse a Madeline e Roderick naquela fatídica noite entre 1979 e 1980?

Todas essas perguntas são respondidas até o final de A Queda da Casa de Usher, embora algumas mais satisfatoriamente do que outras. Não, Verna não é do tipo que tem vinganças, embora pareça ter uma preferência particular por pessoas cruéis e poderosas. Sim, as mortes das crianças Usher estão muito ligadas àquele bizarro Réveillon. Mas, mesmo que fique claro nos episódios finais da série que Verna é de fato algo diferente de humano, a série nunca nos diz muito bem o que ela é. Ela é o corvo, é claro, uma referência ao poema mais famoso de Edgar Allan Poe: ela pode se transformar em um corvo, e seu nome é um anagrama para a palavra corvo. Mas, no mundo de A Queda da Casa de Usher, o que é essa entidade conhecida como corvo? É aí que começamos a entrar em algum território nebuloso…

Verna fecha acordo com Roderick e Madeline em ‘A Queda da Casa de Usher’

Verna fecha acordo com Roderick e Madeline em A Queda da Casa de Usher 1024x512

Verna cruza pela primeira vez com Roderick e Madeline Usher quando eles estão procurando um lugar para se deitar baixo e construir um álibi depois de matar seu então chefe, Rufus Griswold (Michael Trucco), nos estertores finais de 1979. Fugindo da festa de Ano Novo corporativa de Fortunato, os irmãos entram em um bar em que Verna trabalha como barman. Mal sabem eles que o referido bar nem sequer é um lugar real, mas se criou apenas para recebê-los, e que sairão de suas portas com suas vidas completamente transformadas.

Depois que o relógio marca 12, os outros clientes do bar saem de cena, e Verna deixa seu lugar atrás do balcão para uma conversa interessante e assustadora com os Ushers. Encantada com sua ambição e sua falta de escrúpulos, ela pergunta o que eles fariam para alcançar a vida que acreditam ser sua por direito de nascença. À medida que se proclamam não ter limites, a conversa toma um rumo particularmente bizarro. Verna revela-lhes que sabe que acabaram de assassinar alguém e promete-lhes uma vida livre de repercussões deste ou de qualquer outro crime que possam cometer no futuro. Ela também lhes oferece tudo o que eles sempre quiseram, todo o dinheiro e todo o poder que lhes foi negado quando seu pai, um ex-CEO da Fortunato, se recusou a reconhecê-los como seus filhos.

Mas há uma ressalva. A oferta de Verna vale desde que Madeline e Roderick estejam dispostos a sacrificar algo como garantia. E o que ela quer é inegociável: quando eles morrem, e eles devem morrer juntos, sua linhagem deve morrer com eles. Eles não terão herdeiros para promover seu legado. Madeline fica um pouco surpresa e, de fato, depois de sair do bar, ela ganha um DIU para ter certeza de que não terá filhos. Roderick, no entanto, nem sequer bate um olho antes de concordar com os termos de Verna, embora já tenha dois filhos. Sua lógica é que uma vida curta e cheia de luxo é melhor do que uma vida longa vivida com sacrifício. Assim, ele também não bate um olho antes de ter outros quatro filhos além de Frederick (Henry Thomas) e Tamerlane (Samantha Sloyan).

É difícil saber o quanto Roderick realmente levou a sério as palavras de Verna. Ele mesmo diz a Madeline (Mary McDonnell) que não sabe no que acredita depois que eles saem do bar e se viram para ver nada além de um prédio vazio coberto de madeira compensada e adornado com pichações de um corvo. Verna, no entanto, quis dizer o que disse, e como Roderick é diagnosticado com demência vascular e tem apenas alguns anos de vida no episódio 2, ela vem colecionar. É por isso que Verna está presente na morte de todos os filhos de Usher (e de um neto), matando-os pessoalmente um a um: ela manteve manteve sua promessa e levou todos eles, e agora é a vez de Roderick e Madeline.

Verna é o corvo, mas o que exatamente isso significa?

Verna e o corvo mas o que exatamente isso significa 1024x512

Há uma palavra que usamos no parágrafo anterior que é de extrema importância quando falamos de Verna: colecionar. Como corvo, Verna gosta de colecionar coisas, mais especificamente coisas brilhantes – não no sentido de que elas emitem um brilho natural, mas no fato de que são preciosas para as pessoas que as possuem. Então, ela coleciona vidas, as vidas dos entes queridos que entram em um contrato com ela. Ela também coleta pertences importantes das pessoas que ela mata, como evidenciado pela cena final de A Queda da Casa de Usher, em que Verna decora os túmulos dos Ushers com algumas de suas coisas mais preciosas.

Verna não é um corvo qualquer, ela é o corvo, pássaro sinistro da desgraça e da melancolia que empresta seu nome ao poema de Poe. Mas o que isso implica? Bem, para começar, Verna é uma entidade imortal. Se não a própria Morte, como diz Madeline, ela é pelo menos alguém que tem controle total sobre a morte. Isso é evidenciado pelas fotografias que mostram Verna lado a lado com pessoas poderosas desde o início do século 20 e pelo fato de que ela não pode ser morta: tanto Madeline quanto Arthur Pym (Mark Hamill) tentam se afastar de Verna de maneiras diferentes apenas para que ela reapareça logo atrás deles.

A tendência de Verna de andar com pessoas ricas e poderosas também pode ser atribuída à sua natureza corvídica. Afinal, devido ao seu amor por todas as coisas brilhantes, acredita-se que os corvos também gostem de objetos que os humanos consideram valiosos. Portanto, não é de admirar que Verna procure aumentar sua coleção de almas indo onde está o dinheiro. Mas Verna não se trata apenas de riqueza. Ela também gosta de justiça poética. Repetidamente, ela deixa claro para os filhos Usher que eles não precisam sofrer mortes horríveis. Se fossem pessoas melhores, todos poderiam ter morrido pacificamente em suas camas. Ela tenta dar uma saída a Próspero e até confessa que exagerou um pouco com a morte de Frederico devido à sua extraordinária crueldade para com sua esposa.

A maior evidência do tipo de justiça de Verna, entretanto, é seu cuidado com Lenore (Kyliegh Curran), uma adolescente honesta e amorosa que pode partir instantaneamente, sem um pingo de dor. E, no final, na hora de colocar no lugar os objetos que coletou, Verna não tem nada para o túmulo de Lenore, em vez disso oferece-lhe um presente na forma de uma de suas penas amarrada a uma rosa branca. Esta é também uma referência a “O Corvo” de Poe, pois, no poema, o pássaro sinistro aparece após a morte de uma “donzela santa a quem os anjos chamam de Lenore” e o narrador pede ao seu companheiro que “não deixe nenhuma pluma negra como um símbolo. Verna, porém, não atende a esse pedido.

Sou um amante de séries, filmes, games, doramas, k-pop, animes e tudo relacionado a cultura pop, nerd e geek.