Allison Mack, de Smallville, é libertada da prisão após condenação por culto NXIVM

A ex-estrela de Smallville Allison Mack é libertada após cumprir sua sentença de prisão NXIVM.

De acordo com o TVLine, Mack foi libertado da prisão na madrugada desta segunda-feira, 3 de julho. A divulgação marcou a conclusão de sua sentença em relação à sua participação no escândalo de culto NXIVM, que viu Mack participar da manipulação e tráfico de mulheres em um elaborado esquema orquestrado pelo fundador da NXIVM, Keith Raniere, que foi condenado a 120 anos de prisão por seus crimes.

Servindo como uma fachada para os crimes de Raniere, a NXIVM (pronuncia-se Nex-e-um) pretendia ser uma espécie de organização de autoaperfeiçoamento, atraindo inúmeros clientes de alto perfil com suas promessas de crescimento e realização pessoal. Em vez disso, muitos dos membros da organização, incluindo Mack, teriam sido encarregados de recrutar “escravas sexuais” para Ranier, com ex-membros testemunhando que as mulheres haviam sido marcadas com as iniciais de Raniere, além de sofrerem outras formas de abuso.

A carreira de atriz de Mack começou com pequenos papéis em séries como 7th Heaven antes de conseguir seu papel de destaque em Smallville em 2001 como Chloe Sullivan, uma amiga próxima de Clark Kent de Tom Welling e editora de seu jornal de ensino médio. Sua personagem viria a ser a primeira a saber dos poderes de Clark, cujas investigações foram o ponto crucial de vários episódios nas primeiras temporadas da série.

Em 2018, Mack e outros membros dos altos escalões da operação de culto NXIVM foram presos. Entre eles, a ex-presidente da NXIVM, Nancy Salzman, que se declarou culpada de conspiração de extorsão, e a diretora de operações da NXIVM, Clare Bronfman, que se declarou culpada de conspiração para abrigar imigrantes ilegais para obter ganhos financeiros e uso fraudulento de identificação, ambas condenadas a 42 e 81 meses, respectivamente. Mack foi condenada a 36 meses de prisão em 2021 e começou sua sentença em setembro daquele ano.

Em um processo judicial antes de sua sentença, Mack expressou remorso por suas ações e pelos danos que causaram às vítimas. “Lamento a vocês que eu trouxe para a NXIVM. Lamento tê-lo exposto aos esquemas nefastos e emocionalmente abusivos de um homem distorcido”, escreveu Mack em um documento judicial. Em uma carta incluída com as diretrizes de sentença recomendadas por seus advogados, Mack também observou: “Eu me joguei nos ensinamentos de Keith Raniere com tudo o que eu tinha. Eu acreditava, de todo o coração, que sua mentoria estava me levando a uma versão melhor e mais esclarecida de mim mesma. Dediquei minha lealdade, meus recursos e, finalmente, minha vida a ele.”

Sou um amante de séries, filmes, games, doramas, k-pop, animes e tudo relacionado a cultura pop, nerd e geek.