Review do K-drama Em Ruinas ‘Badland Hunters’, da Netflix

Review do K-drama Em Ruinas 'Badland Hunters', da Netflix

O K-drama Em Ruínas (BADLAND HUNTERS) é uma recente adição ao catálogo da Netflix oriunda da Coreia do Sul (título original: Hwang-ya). Este thriller de ação pós-apocalíptico segue a tradição de filmes como Mad Max e Project Wolf Hunting.

Em suma, o filme apresenta uma quantidade significativa de violência brutal, à medida que as pessoas estão dispostas a fazer o que for necessário para sobreviver. Alguns delas, porém, aproveitam a oportunidade para infligir dor aos outros, o que sempre contribui para a presença de vilões marcantes. Além disso, o filme traz personagens heroicos notáveis.

Para uma análise mais aprofundada, continue lendo nossa crítica completa de Badland Hunters abaixo. O filme estará disponível na Netflix a partir de 26 de janeiro de 2024.

Um toque do filme coreano Península

Com Em Ruínas se desenrolando em um mundo pós-apocalíptico devastado por um terremoto cataclísmico, ele apresenta semelhanças com Península. Este último é a sequência do mega sucesso sul-coreano de zumbis, Train to Busan.

Apesar da ausência de zumbis em Badland Hunters, há outras criaturas humanóides igualmente desafiadoras de enfrentar. Além disso, a narrativa se desenrola três anos após o evento apocalíptico, enquanto em Península são quatro anos.

Como revelado na cena inicial de Badland Hunters, que mostra o desastroso terremoto, répteis são utilizados como base para essa nova versão de seres humanos.

Assim como em Península, o cenário deste emocionante thriller é marcado por uma paisagem distópica. Essa característica também o aproxima do universo de Mad Max, enquanto a comparação com o Projeto Caça ao Lobo está mais associada à sua violência brutal.

K-drama Em Ruinas

Espaço para um toque de comédia em Em Ruínas (Badland Hunters)

Como é característico das produções do gênero sul-coreano, Badland Hunters reserva espaço para toques de comédia à medida que apresenta os personagens. Além disso, quando os vilões recebem o que merecem, fica evidente que isso já era devido há muito tempo.

O protagonista principal de Badland Hunters, e um dos personagens-título, é interpretado pelo renomado astro de ação sul-coreano, Don Lee, conhecido por seu papel em Eternals da Marvel, e também reconhecido pelos fãs do gênero por Train to Busan.

Lee brilha como um notável lutador, também caracterizado como um ex-boxeador no filme. E ele demonstra isso. Sua habilidade em desferir socos é convincente, deixando claro que um golpe seu poderia apagar as luzes de qualquer um.

Vale a pena mencionar que Don Lee é também conhecido como Ma Dong-seok, seu nome listado no IMDb. Nesta estreia na Netflix, Lee interpreta Nam-san, um hábil caçador e defensor de sua pequena aldeia improvisada.

Outro destaque no impressionante elenco de Badland Hunters é Lee Jun-young (Mask Girl) como Choi Ji-wan, o confiável aliado de Nam-san. A dinâmica entre eles proporciona momentos mais leves em meio a este brutal thriller de ação.

Além disso, Ahn Ji-hye (Project Wolf Hunting) desempenha um papel notável como uma mulher que utiliza sua inteligência e habilidades de combate para sobreviver nesta paisagem pós-apocalíptica. Kim Young-sun (Eu Vi o Diabo) também contribui com um papel secundário no filme.

Por fim, como o verdadeiro vilão da trama, Lee Hee-jun (Mar Amarelo) assume o papel do misterioso médico, Yang Gi-su. Ele busca fazer o bem à sua maneira, mas está disposto a sacrificar qualquer pessoa para atingir seus objetivos, exceto a própria filha.

Assista Em Ruínas na Netflix agora!

Assista Badland Hunters na Netflix agora

Heo Myeong-haeng assume a direção de Badland Hunters, exibindo um talento notável para coreografias de ação e a habilidade de criar tensão que faz roer as unhas. Esta marca sua estreia como diretor, embora já tenha experiência anterior como ator e coordenador de dublês.

Heo Myeong-haeng já concluiu um segundo filme, intitulado The Roundup: Punishment, com previsão de lançamento para 2024, contando também com a participação de Ma Dong-seok (também conhecido como Don Lee) no elenco.

O filme tem uma duração de 1 hora e 47 minutos, o que é relativamente curto para uma produção sul-coreana. Embora Badland Hunters ofereça um entretenimento sólido, não atinge o patamar de um filme fantástico.

A autoria do roteiro de Badland Hunters é de Kim Bo-Tong e Kwak Jae-Min, responsáveis por uma construção de personagens competente. Pelo que posso deduzir, esses escritores parecem ser relativamente novos na indústria cinematográfica.

O filme dá a impressão de ser o início de uma série de TV antes de encerrar abruptamente. A apreciação pelos personagens – incluindo suas histórias de fundo e motivações bem delineadas – é um ponto positivo, o que faz com que o espectador deseje uma narrativa mais extensa.

Em Ruínas ou Badland Hunters (título original: Hwang-ya) estará disponível na Netflix a partir de 26 de janeiro de 2024.

Sou um amante de séries, filmes, games, doramas, k-pop, animes e tudo relacionado a cultura pop, nerd e geek.