Tecnologia

Audacity: Este popular aplicativo de edição de audio grátis agora age como spyware

Depois de ser adquirida pelo Muse Group no início deste ano, o Audacity publicou uma nova política de privacidade vaga e invasiva que tem os usuários chateados.

A página de política de privacidade da Audacity, uma das ferramentas mais populares do software de edição de áudio do mercado, foi atualizada em 2 de junho, oferecendo um esboço vago dos dados pessoais coletados pelo software. O Audacity é um programa de áudio de código aberto desde sua fundação, em 1999. Sendo fácil de aprender e oferecendo uma grande variedade de ferramentas de edição, o Audacity é o software de gravação de áudio mais amplamente reconhecido de sua classe; chegando ao ponto de ir a ser utilizado até em serviços educacionais.

O Audacity foi comprado pelo Grupo Muse no início deste ano. O Grupo Muse também executa softwares como Ultimate Guitar e MuseScore. Embora programas como MuseScore e Audacity sejam de código aberto, isso não significa que o Grupo Muse não encontre maneiras de ganhar dinheiro com os usuários.

Na política de privacidade atualizada da Audacity, afirma que o programa agora coleta dados como a CPU de um computador, o sistema operacional do Audacity em uso, endereço IP e “dados necessários para a aplicação da lei”. Os dados que o Audacity coleta devem ser compartilhados com membros da equipe, policiais, auditores e compradores em potencial (da empresa, não os dados em si). De acordo com o Slash Gear, os dados coletados pelo Audacity são enviados para servidores nos Estados Unidos, Rússia e Espaço Econômico Europeu. O tempo que os dados são retidos também varia, os endereços IP são armazenados em um formato identificável por um dia antes de serem armazenados como um hash não identificável por um ano civil. De acordo com o aviso do Audacity, informações como a CPU e o sistema operacional do computador não são armazenadas em um formato identificável. O aviso também informa que o Audacity “não se destina a indivíduos com menos de 13 anos”..

O Que As Mudanças Impactam?

É claro que o aviso de privacidade afirma que a Audacity não vende informações pessoais, e os usuários podem solicitar uma restrição à capacidade da Audacity de processar dados coletados se estiverem protegidos pela legislação aplicável. O verdadeiro problema com grande parte desta atualização está em sua linguagem vaga. O aviso nunca descreve que tipo de informação a Audacity poderia armazenar que poderiam ser usadas pela polícia.

Leia Também:   Nvidia aumentará produção de sua placa RTX 3060 a partir de julho, preços caindo

Mais problemas surgem ao olhar para a política do aviso sobre menores. O Audacity é um programa usado em laboratórios de informática em vários países. Os menores terão acesso ao Audacity, por isso, de repente, recomendar que eles não usem o aplicativo é equivocado e em violação da Licença Pública Geral em que o software é arquivado. Até que o Muse Group decida voltar atrás nesta atualização de política, o melhor para os usuários pode ser encontrar uma alternativa à versão do Audacity oferecida pela empresa.

Agamortis

Profissional de TI, amante de filmes de terror de gostos e qualidades duvidosas, séries, super-heróis e memes, muitos memes. Este site é para reunir tudo no mesmo local.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo