The Boys: 3ª Temporada é uma meditação sobre masculinidade tóxica, diz showrunner

Seta

O showrunner de The Boys Eric Kripke revela que a 3ª temporada é uma meditação sobre masculinidade tóxica, mostrando como a série vai impulsionar seus personagens.

Adaptado da história em quadrinhos de mesmo nome, que foi criada por Garth Ennis e Darick Robertson,

The Boys se concentra em uma equipe de civis disfuncionais que relutantemente unem forças para lutar contra indivíduos com super poderes, corruptos e imorais.

Desde a estreia na Amazon Prime Video em 2019, a adaptação de The Boys experimentou um salto em popularidade e se tornou um fenômeno entre as séries.

A 2ª temporada de The Boys, que foi indicada para Melhor Drama no Primetime Emmy Awards, viu mudanças significativas em seus episódios finais.

A temporada terminou com a reviravolta chocante de que a congressista Victoria Neuman (Claudia Doumit) foi responsável por uma série de ataques explosivos que visaram indivíduos do alto escalão.

Isso colocou seus motivos em questão, assim como Hughie (Jack Quaid) começou a trabalhar em sua campanha.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA   CLICANDO ABAIXO

Seta