Tecnologia

Discord: Microsoft ofereceu US$10 Bilhões de dólares pela plataforma

A Microsoft ofereceu US$ 10 bilhões para comprar a plataforma de comunicação, entre outras empresas que buscam comprar a plataforma.

O popular programa de bate-papo de jogos Discord está supostamente programado para ser comprado pela Microsoft por impressionantes US$ 10 bilhões. A gigante de software e jogos Microsoft parece querer atualizar seus programas de comunicação. Pegar o Discord seria um grande passo nessa direção. O problema é que a Microsoft não é a única de olho na plataforma de bate-papo online.

O Discord foi lançado em 2015 como uma plataforma de mensagens instantâneas e chat de voz projetada para ajudar as comunidades a se comunicarem e criarem seus próprios espaços. Os servidores são comumente usados como espaços para as comunidades se reunirem e se comunicarem através de chamadas de voz, chamadas de vídeo, mensagens de texto, compartilhamento de telas, arquivos e imagens. A plataforma de bate-papo tornou-se amplamente popular nos últimos anos, com os usuários ativos por mês atingindo 100 milhões em junho de 2020, de um total de 250 milhões de usuários registrados. Em dezembro de 2020, a Discord foi avaliada em US$ 7 bilhões, US$ 3 bilhões a menos que a oferta atual da Microsoft.

Enquanto o acordo não está cimentado, $10 bilhões não é nada para deixar de lado. Nos últimos anos, negócios bilionários tornaram-se mais comuns. Em 2012, a Walt Disney Studios comprou os direitos de Star Wars por US$ 2,2 bilhões em dinheiro e US$ 1,855 bilhão em ações, ganhando esse dinheiro de volta em apenas seis anos, e continuando a lucrar ainda mais com a franquia. O negócio bilionário mais recente também contou com a Microsoft, que comprou a empresa Zenimax Media, dona da Bethesda e outros estúdios de desenvolvedores de jogos por US$ 7,5 bilhões.

Leia Também:   Tik Tok: Vídeos de 3 minutos liberado para todos os criadores: o que você precisa saber

A Microsoft vem comprando empresas há anos, tendo captado empresas de redes sociais como LinkedIn e Yammer para fortalecer a empresa e expandir a esfera de influência que a Microsoft tem sobre o cotidiano dos usuários. Essas aquisições são todas do interesse da gigante da tecnologia para acompanhar concorrentes diretos como Google, Facebook e Amazon. A corrida para controlar o mercado tem uma taxa de entrada de bilhões de dólares, uma que empresas como essas podem facilmente pagar. A Microsoft até tentou comprar a Nintendo há mais de 20 anos.

Você leu: Discord: Microsoft ofereceu US$10 Bilhões de dólares pela plataforma

Netflix: Novo recurso em testes para impedir o compartilhamento de contas

Agamortis

Profissional de TI, amante de filmes de terror de gostos e qualidades duvidosas, séries, super-heróis e memes, muitos memes. Este site é para reunir tudo no mesmo local.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo