Séries

A única maneira de salvar o Arrowverso é destruí-lo

Pode ser melhor para a CW acabar com o Arrowverse como um universo compartilhado e, em vez disso, tratar as séries restantes como propriedades individuais.

Desde 2012, o Arrowverse tem sido o primeiro bloco de programação da CW. Essas adaptações da DC aumentaram ao longo dos anos, com Arrow e The Flash dando lugar a outros programas envolvendo Superman e personagens relacionados ao Batman. Infelizmente o Arrowverse indiscutivelmente passou de seu auge, e muitos de suas séries estão chegando ao fim ou ja foram encerradas.

Agora pode ser o melhor momento para o CW encerrar o Arrowverse como um conceito, focando nas poucas séries restantes e tratando-as como propriedades individuais. A continuidade pode ser mantida, é claro, mas priorizar a continuidade e os cruzamentos entre as séries deveria definitivamente não deveria ser tido como prioridade, não mais.

O Fim Do Arrowverse

No mês que vem, Supergirl chegará ao fim, e é um dos vários programas do Arrowverse que terminaram de uma forma ou de outra entre 2020 e 2021. No ano passado, vimos o fim do progenitor Arrow e junto dele seu spinoff planejado ir por água abaixo. O próximo que foi finalizado foi Black Lightning, de vida comparativamente muito mais curta.

Isso deixa Superman e Lois, The Flash, Legends of Tomorrow e Batwoman, todos problemáticos em seus próprios caminhos. Superman & Lois é o programa mais recente, e também aquele com o maior orçamento. Sua qualidade geral o torna quase incompatível com o quão fraco se comparado, os outros programas parecem, e dada sua completa falta de referências ou participações especiais de personagens de Supergirl, ele já está muito mais interessado em contar sua própria história do que focar no universo mais amplo.

Flash é agora a série do Arrowverse mais duradouro, mas mesmo o “Homem mais rápido” não pode ser durar para sempre para sempre. Portanto, ele provavelmente entrará em sua (s) temporada (s) final (is) no ano que vem, especialmente com o filme Flash para o cinema finalmente planejado para ser lançado. Legends of Tomorrow já está bem distante do Arrowverse devido às suas travessuras de viagem no tempo, e se os dias do Flash estão contados, o mesmo definitivamente vale para Legends. Depois, há a série Batwoman carregada de problemas, que nunca realmente encontrou seu caminho, com sua segunda temporada quase sendo um reboot trazendo uma nova heroína. Mesmo que esses programas continuem por muito mais tempo, o Arrowverse seria sábio em apenas se concentrar em suas histórias individuais.

Leia Também:   O que a paralisação da produção de American Horror Story significa para o lançamento da 10ª temporada

Como O Arrowverse Deve Ou Deveria Avançar

O mais novo evento de “crossover” para o Arrowverse não é nem mesmo um verdadeiro crossover, com o próximo “Armageddon” simplesmente apresentando diferentes heróis aparecendo em Flash. Não ajuda o fato de muitos desses heróis serem de séries encerradas ou  que estão se encerrando, mas dá um vislumbre do futuro de Arrowverse.

Outros heróis devem simplesmente aparecer para um episódio no máximo na série de outro herói, mas grandes cruzamentos devem se tornar uma coisa do passado. Isso permitirá que os programas tenham narrativas e identidades próprias e sem a preocupação de programar suas temporadas em torno de um grande evento. A situação oposta, em que programas ou filmes são simplesmente assistidos para chegar ao próximo crossover, desvaloriza as produções em mero conteúdo com os espectadores ficando menos do que interessados em suas histórias individuais.

É importante notar que a falta de conexão real entre Superman & Lois e os outros programas do Arrowverse tem sido um de seus muitos elementos bem recebidos, com os telespectadores comentando que nem parece um programa da CW. Essa comparação nada lisonjeira para os outros programas seria diminuída se eles não tentassem tanto fazer o crossover e se sentirem conectados um ao outro. Os programas seguindo seus próprios caminhos, por assim dizer, podem permitir que eles também se sintam mais únicos e menos como uma linha de montagem de programas de super-heróis da CW.

Além de tudo isso, não há tanto ímpeto como costumava haver para o universo compartilhado gerar novos programas com super-heróis da DC. Em vez disso, os fãs estão mais interessados ​​em ver tais produções chegarem ao aplicativo da HBO Max por exemplo, como a próxima série do Lanterna Verde, que claro, proporcionará uma experiência que é completamente impossível para a CW em termos de escopo e orçamento. A única nova série do Arrowverse sendo planejada atualmente é Naomi, e essa série é sobre uma personagem que acabou de ser apresentada nos quadrinhos e não tem basicamente nenhuma base de fãs em comparação com Arqueiro Verde, Flash ou Supergirl.

Leia Também:   A Série O Senhor dos Anéis poderá custar quase U$500 milhões de dólares na primeira temporada

O Arrowverse teve um grande desempenho em termos de construção de um multiverso de heróis e, finalmente, unindo-os no crossover Crise nas Terras Infinitas. Infelizmente, esse apogeu parece ter passado, com o entusiasmo do desenvolvimento não mais disponível. As séries restantes seriam portanto, melhor ficar mais independentes para as temporadas futuras, terminando o conceito de Arrowverse antes que seja esticado demais.

 

 

Agamortis

Profissional de TI, amante de filmes de terror de gostos e qualidades duvidosas, séries, super-heróis e memes, muitos memes. Este site é para reunir tudo no mesmo local.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo